Brasil

Com Geilson na base, governo traça estratégia com duas candidaturas para Feira em 2020

Publicada em 23/10/18 às 10:52h - 127 visualizações

por Portal de Noticias Proeves


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Portal de Noticias Proeves)

A chegada de Carlos Geilson (PSDB) na base do governador Rui Costa (PT) antecipou as discussões que irão escolher o candidato a prefeito de Feira de Santana do grupo em 2020. Além do tucano, que não se reelegeu deputado estadual neste ano e agora deseja o apoio do governo para ganhar a prefeitura, Zé Neto (PT), eleito deputado federal, também é cogitado para disputar o Paço Municipal Maria Quitéria como fez em outras três eleições municipais. 

 

Otimista com o resultado positivo nas urnas de quem elegeu as maiores bancadas em 2018, o governo vê espaço para Geilson e Zé Neto disputarem a prefeitura com a bênção de Rui Costa (PT). Os dois políticos são consideradas lideranças no município com potencial eleitoral.

 

A estratégia repetiria a dobradinha feita por Alice Portugal (PCdoB) e Sargento Isidório (Avante) no pleito municipal de Salvador em 2016. Naquele ano, ACM Neto (DEM) foi reeleito prefeito da capital no primeiro turno. 

 

Na opinião de interlocutores da base, Geilson e Zé Neto têm seus próprios eleitores, o que poderia multiplicar e não dividir o número de votos com a dobradinha. Apesar da possibilidade ventilada, nem o tucano e nem Zé Neto ainda tratam publicamente o assunto. 

 

O líder da maioria na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) já tentou outras três vezes se eleger prefeito da Princesa do Sertão, sem obter sucesso em 2004, 2012 e 2016. Já Geilson, em 2018, não conseguiu se reeleger deputado estadual. 

 

DO OUTRO LADO
Na oposição, que ainda tenta se reorganizar após as eleições do início do mês, o assunto é evitado. O atual prefeito, Colbert Martins (MDB), pode disputar a reeleição. Os nomes de Targino Machado (DEM) e Irmão Lázaro (PSC) também aparecem entre os cotados.

 

Terra da deputada federal Dayane Pimentel, Feira ainda também não está nos planos do PSL por agora. “Nosso foco é, por hora, o governo de Jair Bolsonaro” , declarou a presidente estadual Dayane Pimentel sobre a organização da legenda para o pleito municipal em 2020.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.







Nosso Whatsapp

 (73)98851-9555

Visitas: 260510
Usuários Online: 372
Copyright (c) 2018 - Portal de Noticias Proeves