Brasil

Empresa é condenada a pagar R$ 30 mil a ex-funcionário, vítima de bullying

Publicada em 11/10/18 às 10:25h - 212 visualizações

por Portal de Noticias Proeves


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: Portal de Noticias Proeves)
A empresa Supergasbras Energia foi condenada a pagar R$ 30 mil por danos morais a um ex-consultor que denunciou ter sofrido bullying do chefe, em Salvador. Determinada no final de setembro, a sentença foi divulgada pelo Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT5-BA) nesta quarta-feira (10). A decisão cabe recurso, que já foi ajuizado pela empresa.

O processo tramita na Justiça do Trabalho desde 2014. De acordo com o TRT, o trabalhador, que não teve a identidade divulgada, afirmou que era ofendido e obrigado a cumprir metas inalcançáveis, que tinham por objetivo reduzir o salário dele. Segundo a decisão, o homem alega ainda que era submetido a constantes humilhações e insinuações do chefe, que o chamava de "funcionário imprestável e desprezível" e dizia que na empresa dele "não cabia tê-lo como funcionário”. O consultor também relata ter sido chamado de incompetente, de banana e de fraco.

Conforme o TRT, durante o decorrer do processo, a Supergasbras negou as ofensas, no entanto, as alegações foram comprovadas por uma testemunha da vítima: “O relacionamento do gerente com os subordinados era austero. Nas reuniões o gerente ameaçava os subordinados de demissão para que os objetivos fossem cumpridos, sendo o gerente o responsável por estabelecer as metas, e ele botava metas inalcançáveis para provocar a redução do salário até a metade”, afirmou a testemunha em depoimento, segundo o TRT.



Deixe seu comentário!

ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.







Nosso Whatsapp

 (73)98851-9555

Visitas: 331833
Usuários Online: 156
Copyright (c) 2018 - Portal de Noticias Proeves